domingo, 21 de outubro de 2012

Rampa de acesso à Perimetral começa a ser demolida nesta segunda-feira

21/10/2012 - O Globo

Obra será realizada em alça próximo à Avenida Barão de Teffé, desativada há dois anos

Um instantâneo de como deverá ficar a Praça Mauá após as obras de revitalização. Ao fundo, a Perimetral Reprodução
RIO - Uma das rampas de acesso do Elevado da Perimetral começará a ser demolida nesta segunda-feira, segundo a Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto (Cdurp). Conforme O GLOBO antecipou na semana passada, o trabalho será feito numa alça desativada há dois anos, próxima à Avenida Barão de Teffé, na Saúde. A obra dará a partida para a modificação viária mais expressiva do projeto Porto Maravilha.

De acordo com o presidente da Cdurp, Jorge Arraes, como a rampa que será demolida já está interditada ao tráfego há dois anos, o seu desmonte não deverá alterar o trânsito da região. Funcionários do consórcio já estão trabalhando no local. Parte do concreto da rampa será cortado e 18 vigas serão retiradas. Todo o material será reaproveitado.

Em entrevista ao GLOBO, o prefeito Eduardo Paes também informou que pretende licitar, ainda este ano, a construção de uma galeria subterrânea interligando o mergulhão da Praça Quinze a um dos três túneis previstos no projeto de revitalização. Com 400 metros de extensão, a galeria será construída nas imediações do 1º Distrito Naval e custeada com recursos municipais. Ela é considerada fundamental para viabilizar a demolição de toda a Perimetral antes dos Jogos Olímpicos de 2016.

Um vídeo produzido pela prefeitura mostra como deverá ficar o sistema viário da Zona Portuária após as obras do Porto Maravilha. Com cerca de quatro minutos, ele revela que a abertura do túnel da Rodrigues Alves liberará uma área, hoje usada pelos carros, para a criação de uma esplanada com jardins, mobiliário urbano e arborização, ligada diretamente à Praça e ao Píer Mauá. O vídeo mostra ainda como deverá funcionar a Avenida Binário, que está sendo aberta aproveitando vias subutilizadas do Porto, e o sistema de veículos leves sobre trilhos (VLT), que deverá ser implantado na região até 2016.


Enviado via iPhone

Nenhum comentário: