sábado, 3 de abril de 2010

Prefeitura fechará Av. Rio Branco em junho para testar projeto de parque

TRÂNSITO


Publicada em 02/04/2010 às 23h44m
Isabela Bastos - 0 O Globo
  • R1
  • R2
  • R3
  • R4
  • R5
  • MÉDIA: 4,1
RIO - Um grupo de 115 linhas de ônibus que circulam atualmente pela Avenida Rio Branco começará a ser redistribuído pela prefeitura, abrindo caminho para o projeto de transformação da via num grande parque urbano para pedestres, de dois milhões de metros quadrados, como foi anunciado no ano passado. Para testar a reorganização do trânsito, a Rio Branco será fechada em junho, conforme informou ontem Ancelmo Gois, em sua coluna no GLOBO.
A meta, segundo o secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Dias, é diminuir em 50% o número de ônibus que hoje circulam nas linhas da Rio Branco (cerca de 1.800 veículos). Os itinerários serão modificados, de modo que o desembarque aconteça em duas estações de transferência nas imediações da Praça Tiradentes e do Terminal Misericórdia, na Praça Quinze. Outras linhas passarão a fazer ponto final nos terminais Américo Fontenelle e Procópio Ferreira, na Central do Brasil.
Um levantamento feito pela prefeitura para o projeto de transformação da Rio Branco em parque urbano mostra que os ônibus rodam pela avenida, em média, com apenas 40% de sua capacidade. A situação é agravada pela circulação de centenas de táxis, o que torna o trânsito do local caótico. O secretário de Urbanismo, Sérgio Dias, não informou quantas linhas de ônibus deverão ser extintas ou transferidas para outras vias. Mas adiantou que o governo estadual deverá participar da reorganização do sistema, já que muitas das linhas são intermunicipais.
Segundo a prefeitura, no parque urbano - numa área delimitada pelas avenidas Presidente Vargas, Beira-Mar, Passos, República do Paraguai, Presidente Antônio Carlos e pela Rua Primeiro de Março -, só poderão circular ônibus elétricos ou movidos a gás natural, em seis linhas especiais gratuitas que serão criadas. Pontos de táxi também serão redistribuídos, e apenas os carros de aluguel destinados a passageiros com limitação de locomoção, como deficientes físicos e idosos, terão permissão para rodar no perímetro do parque. O controle será feito por cancelas eletrônicas, câmeras e chips de identificação.

Nenhum comentário: