terça-feira, 19 de outubro de 2010

Governo do Rio e Fundação Roberto Marinho estabelecem convênio para construção do Museu do Amanhã

19/10/2010 - O Globo - Renata Leite

PARCERIA

RIO - O governador do Rio, Sergio Cabral, assinou nesta terça-feira o documento que estabelece um convênio com a Fundação Roberto Marinho para construção do Museu do Amanhã, na Região Portuária. O projeto, que ocupará um espaço de 12.500 metros quadrados, no Píer Mauá, faz parte do Projeto Porto Maravilha. Serão investidos R$ 130 milhões, recursos em sua maior parte da Prefeitura do Rio. O estado investirá R$ 24 milhões do montante. A Fundação Roberto Marinho ficará responsável pelo conteúdo apresentado no museu, que terá suas obras iniciadas no ano que vem.

Estiveram presentes no evento, além do governador, o presidente da fundação, José Roberto Marinho; o secretário-geral da instituição, Hugo Barreto; a secretária de Estado do Ambiente, Marilene Ramos; e o vice-governador, Luiz Fernando Pezão. A ideia é que o museu traduza em termos palatáveis e lúdicos conceitos tecnológicos, científicos, e de sustentabilidade.

- Queremos falar do futuro de modo didático, no Rio, que é um lugar privilegiado e vai chamar muita atenção daqui para frente. Vejo cada vez mais, na prefeitura e no governo do estado, a preocupação com a questão ambiental. A cidade vai ser a capital da sustentabilidade - disse, José Roberto Marinho, durante o evento.

O empreendimento seguirá a linha interativa de dois outros projetos de sucesso da fundação, ambos localizados em São Paulo: o Museu do Futebol e o Museu da Língua Portuguesa. Com projeto arquitetônico de Santiago Calatrava, a nova atração da cidade não resgatará apenas elementos do passado, mas será uma plataforma para se pensar o futuro.

- Vamos apresentar um diálogo entre tendências e possibilidades. A humanidade está vivendo um momento crucial. Nossas escolhas hoje vão ter impactos consideráveis amanhã - disse Hugo Barreto durante sua apresentação no evento.

Cabral ressaltou a importância do empreendimento para o turismo:

- Hoje, as grandes cidades brigam por tempo de permanência dos visitantes. Essa será uma atração nova para que os visitantes brasileiros e estrangeiros permaneçam por mais tempo em nossa cidade.

Nenhum comentário: