sexta-feira, 22 de julho de 2011

Prefeitura do Rio dá início à restauração da Zona Portuária

22/07/2011 - Agencia Brasil

O processo de revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro deu mais um passo nesta quarta. Dois galpões abandonados no bairro da Gamboa, que funcionavam como terminal ferroviário e serviam para escoar a produção de café no século 19, devem ser restaurados e transformados em polos sociais e culturais da região. O contrato para as obras foi assinado pela prefeitura do Rio.

A obra de recuperação dos dois galpões de 3,6 mil metros quadrados tem custo previsto de R$ 7,8 milhões e deve ficar pronta em 22 meses. De acordo com o prefeito Eduardo Paes, o projeto de revitalização da zona portuária significa a reconstrução de uma área que estava abandonada e que pode voltar a abrigar prédios comerciais e residenciais.

“Acima de tudo é um grande encontro do Rio com sua história, com sua origem na zona portuária, onde a cidade dialogava com o mundo. Cada canto aqui é cercado de muita riqueza e muita história”, disse o prefeito.

A intenção da prefeitura é construir também uma praça e recuperar os trens que ainda estão no local. Segundo Paes, a restauração dos galpões é a primeira ação do programa Porto Maravilha Cultural, que conta com 3% dos recursos destinados à revitalização da região.
O Porto Maravilha tem como objetivo requalificar uma área de 5 milhões de metros quadrados na região. Estão sendo feitas obras de reurbanização, novas redes de água, esgoto e drenagem. Além disso, a zona portuária da capital abrigará dois novos museus.
Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário: