domingo, 6 de janeiro de 2013

Mudanças na Região Portuária provocam nó no trânsito

05/01/2013 - O Globo

Estreitamento da pista causa retenções na Avenida Rodrigues Alves
Interdições devem duras seis meses

Prefeitura interdita três vias do Centro para realização de obras do Porto Maravilha Guilherme Leporace / Agência O Globo

RIO - A Prefeitura do Rio iniciou, na manhã deste sábado, as novas intervenções no trânsito da Região Portuária para a realização das obras do Porto Maravilha. Duas faixas junto ao canteiro central da Avenida Professor Pereira Reis foram interditadas desde a altura da Avenida Rodrigues Alves até a Praça do Santo Cristo: uma na pista de quem vai sentido Santo Cristo, outra faixa no sentido contrário.
A alteração provocou, já neste sábado, um nó no trânsito da interseção com a Avenida Rodrigues Alves, onde há intensa movimentação de ônibus que chegam e partem da Rodoviária Novo Rio. Os motoristas que vêm dos dois sentidos da Rodrigues Alves para pegar a Pereira Reis no sentido Santo Cristo devem desviar da faixa interditada, o que força a redução da velocidade dos veículos no local.
Por conta deste nó, os motoristas enfrentavam, nesta manhã, retenções na Rodrigues Alves, sentido Praça Mauá, desde o cruzamento com a Avenida Francisco Bicalho até a altura do cruzamento com a Avenida Pereira Reis.
O secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, que esteve desde cedo acompanhando o início das interdições, disse que, para compensar a perda das duas faixas do canteiro central, a prefeitura transformou as faixas de serviço que ficavam à direita das pistas em faixas de rolamento.
— Há, sim, uma pequena retenção no ponto de interseção da Rodrigues Alves com a Pereira Reis. Mas, para reduzir os transtornos, pegamos as faixas de paralelepípedos da Pereira Reis junto às edificações, que eram utilizadas para estacionamento e serviços por caminhões, asfaltamos e transformamos em faixas de rolamento. Mantivemos, assim, a capacidade viária da avenida, que permanece com três faixas em cada lado. Com isso, esperamos mitigar os transtornos provocados pelo fechamentos das faixas do canteiro central — explicou Carlos Osório.
Outra intervenção parcial foi feita na pista lateral da Avenida Francisco Bicalho, junto às edificações, no sentido Avenida Brasil, no trecho compreendido entre a Praça Dinal de Queiroz e a Rua Comandante Garcia Pires. O movimento da via foi normal nesta manhã. As duas mudanças foram implantadas para obras de reurbanização e drenagem.
Além dessas intervenções, houve o fechamento total da alça de acesso da Avenida Rodrigues Alves, sentido Avenida Brasil, para o Viaduto Juscelino Kubitschek (Elevado da Perimetral), a partir da Rodrigues Alves, no sentido Gasômetro, para obras de demolição e construção de uma nova alça. A mudança vai estabelecer as conexões viárias ente a Avenida Binário do Porto e a Perimetral, permitindo que os veículos procedentes do Gasômetro em direção ao Santo Cristo entrem na Binário do Porto, chegando à Rodrigues Alves, no sentido Praça Mauá.
Para a organização do tráfego, a prefeitura está usando 25 agentes de trânsito em mais de cinco pontos de operação na Rodrigues Alves: um no acesso à alça de subida do Perimetral; um no cruzamento com a Rua Edgar Gordilho; dois junto às travessias do terminal marítimo; e um na agulha de passagem entre as pistas. A operação especial se estenderá por até seis meses.
Tempo de sinais pode ser mudado
A operação está contando com a participação de guardas municipais, da CET-Rio e do efetivo da Empresa Porto Novo. Por meio de nota, o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osorio, disse que a "prefeitura está tomando todas as providências para minimizar o impacto dessas obras". Mais dois painéis móveis informam as mudanças aos motoristas, além dos oito já instalados na região. O Centro de Operações Rio monitora a área através de câmeras e, dependendo da necessidade, pode fazer ajuste no tempo dos sinais de trânsito.
A retenção no início das operações já estava prevista pelos técnicos da CET-Rio. Segundo Osório, além de agentes para informar e orientar os motoristas, a prefeitura fechou acordo com a Porto Novo acordo para que as interdições na região aconteçam por trechos e não por toda a extensão das avenidas.

Nenhum comentário: