sábado, 12 de janeiro de 2013

Projeto sanitário da Barra será concluído até agosto

10/01/2013 - Jornal do Commercio

Parceria da Cedae com a rede hoteleira Hyatt, obra prevê a construção de uma estação elevatória, além de coletores de esgoto, troncos e linhas de recalque

Deve ser concluído até agosto o novo projeto de esgotamento sanitário executado pela Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) na Barra da Ti- juca. A obra, feita em parceria com o grupo hoteleiro Hyatt, abrange uma área da Avenida Lúcio Costa onde a rede de hotéis pretende construir um resort. A previsão é que cerca de 20 mil habitantes sejam favorecidos com as intervenções na região.
Segundo a Cedae, os projetos técnicos foram todos feitos pela empresa, que também ficará responsável pela fiscalização e execução das obras, além de operar o sistema de esgotamento sanitário. Componentes como troncos, equipamentos, edificações e linha de recalque serão incorporados ao patrimônio da companhia.
Já a Hyatt terá sob sua responsabilidade a colocação de mais de 1 mil metros de coletores de esgoto, sendo 60 metros por método não destrutivo sob a Avenida Ayrton Senna. A rede hoteleira também arcará com a construção de uma estação elevatória com capacidade de bombeamento de 90 litros por segundo.
O presidente da Cedae, Wagner Victer, disse que obras como esta seguem a linha de trabalho estabelecida para preparar a cidade para os Jogos Olímpicos de 2016. "A previsão é de que 100% dos clientes da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes estejam conectados à rede formal de esgotamento sanitário até 2015", comentou Victer, que participou da cerimônia que marcou o início da construção do sistema.
Além dele, a Cedae também começou ontem a construção de uma linha de recalque com 400 metros de extensão, que atravessará o Canal de Marapendi para direcionar os dejetos coletados para a Estação de Tratamento da Barra, via Tronco Coletor Marapendi Norte cujo destino final será o Emissário Submarino do bairro.
Hotelaria
Além de Victer, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio (Abih-RJ), Alfredo Lopes, o presidente da Câmara Comunitária da Barra, Delair Dumbrovsky, o diretor de Engenharia, Construção e Empreendimentos da Cedae, Jair Otero, e representantes da diretoria da rede Hyatt participaram da cerimônia.
Lopes elogiou o projeto, que as Parcerias-Público-Privadas são iniciativas que devem ser estimuladas. "Além de impulsionar o turismo de forma sustentável, beneficia o meio ambiente e estimula o desenvolvimento econômico da região", afirmou.
Desde 2007, uma série de intervenções foram feitas na região da Barra, Recreio dos Bandeirantes e Jacarepaguá para tratar o esgotamento sanitário da população. Atualmente, 85% dos esgotos produzidos na Barra já são tratados, além de 70% do Recreio e 60% de Jacarepaguá.

Nenhum comentário: