domingo, 20 de outubro de 2013

Perimetral é reaberta após testes

20/10/2013 - O Globo, Taís Mendes

Viaduto ficou interditado até as 17h30. Secretário de Transportes disse que ajustes serão necessários
Prefeitura fará estudos esta semana para definir interdição definitiva

RIO - Com um atraso de 30 minutos, a reabertura do Elevado da Perimetral, inicialmente prevista para às 17h, aconteceu de forma tranquila. Na avaliação do secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio, o simulado mostrou que serão necessários ajustes na temporização dos sinais de trânsito e na posição das placas luminosas. VEJA COMO PEGAR A VIA BINÁRIO DO PORTO
Osório informou também que somente nesta segunda-feira será feita uma reunião com o prefeito Eduardo Paes para definir o cronograma definitivo de interdição da Perimetral.
- Ainda não temos uma posição sobre quando vamos interditar de vez a Perimetral. Segunda será um dia de avaliação interna para discutirmos o teste com o prefeito e com técnicos da CET-Rio. Acredito que na segunda ou terça iremos divulgar um cronograma oficial - comenta Osório.
O viaduto foi fechado, também com atraso, por volta de 9h50m, em função da espera da chegada do prefeito Eduardo Paes. Ele chegou ao local por volta de 8h30m e circulou de jipe pelo trecho da Via Binário do Porto que foi aberto para servir de alternativa para os motoristas enquanto a Perimetral estivesse fechada.
Pouco antes da abertura da via Binária para testes, o prefeito do Rio, Eduardo Paes foi recebido pelos operários da obra, que receberem o apelido de "Yellow Blocs", em referência aos Black Blocs, por causa do uniforme amarelo. Eles simularam uma passeata com Paes à frente. Durante a brincadeira, todos cantavam "Vem pra rua, vem". Ao comentar relatórios do Tribunal de Contas do Município (TCM) que tratam de atrasos em obras, Paes respondeu que vai entregar tudo a tempo:
- Os urubus de plantão vão ficar irritados porque a cidade está acontecendo e vai continuar acontecendo. Os Yellow Blocs é que vão comandar esse processo. Não vai haver força que vença os Yellow Blocs do Paes.


De acordo com o secretário de Transportes, Carlos Roberto Osorio, o objetivo do teste deste domingo é verificar as condições operacionais da nova via:
— Além das condições viárias, vamos testar o posicionamento dos agentes e correções de tempos de sinais, se for preciso. Mas principalmente a interseção dessa via nova no sistema viário da cidade.
Ainda segundo o secretário, haverá uma racionalização das linhas de ônibus, com o objetivo de reduzir a entrada de coletivos no Centro. Ele disse ainda que, durante a semana, serão feitos estudos e avaliações para verificar a necessidade de novos testes e definir quando o trecho da via ficará definitivamente impedido para o tráfego. Osorio garantiu que a racionalização da entrada de ônibus intermunicipais e vindos das Zona Oeste no Centro não vai prejudicar os passageiros:
— Não vai haver perda para o passageiro, simplesmente vamos tirar ônibus que não precisam entrar no Centro. Que chegam praticamente vazios. Todo nosso esforço é pelo transporte público. Quero dizer ao carioca com muita franqueza: os impactos das obras no Centro serão tanto menores, quanto maior for a adesão pelo transporte público, deixando o carro em casa.
Segundo o prefeito Eduardo Paes, o Elevado da Perimetral será derrubado ainda este ano. Paes reconheceu que haverá impacto no trânsito, mas disse que "pior do que está não pode ficar".
— É óbvio que para fazer omelete tem que quebrar os ovos. A mobilidade no Centro é pateticamente ruim. Todo dia, toda hora. É um absurdo. Pior do que está não pode ficar. Vamos viver um período de transição para ter uma solução definitiva. Estamos implantando uma série de alternativas e pedindo que as pessoas usem o transporte público. Cidade com carro não tem jeito. Para as coisas mudarem a gente enfrenta alguns transtornos. Pedimos a compreensão da população — disse o prefeito.

Na quinta-feira, o prefeito Eduardo Paes definiu a estratégia de fechar a Perimetral e deixar a Via Binário do Porti aberta somente por um dia como "soft-opening", para a população ir se habituando aos poucos com a mudança. Para o prefeito, este é um dia marcante na História da cidade:
— É o dia que a cidade se reencontra com seu Centro, com a sua História. O Porto tem tudo a ver com o desenvolvimento do Rio. Essa obra recupera uma série de equipamentos da História. Uma área desconhecida que o carioca vai descobrir. De todas as transformações no Rio, essa é a mais importante e vai proporcionar ao carioca conhecer patrimônios, até então, escondidos - disse ele, referindo-se a prédios antigos desvendados com a abertura da via, como a Igreja Nossa Senhora da Saúde, do século XVIII, antigos armazéns e casarios do Morro da Saúde.
Sete minutos entre o Gasômetro e a Rio Branco
Paes participou com Osorio do primeiro teste operacional da Via do Binário na manhã deste domingo. Na ocasião, o prefeito inaugurou a placa do Túnel da Saúde, o primeiro dos quatro que ocuparão a via. Com 80 metros de extensão, o túnel será o único com passagem para pedestres. A Via Binário do Porto tem 3,5 quilômetros e três faixas de rolamento por sentido. O trecho aberto para testes não incluiu o Túnel do Binário, de 1,5 quilômetro de extensão, que deve ser aberto apenas em junho de 2014.
Motoristas divergiram sobre o Binário do Porto. O taxista Carlos Alberto Vieira foi um dos primeiros a passar pela via. Ele acredita que o trânsito vai fluir bem, mesmo com a Perimetral fechada.
— A expectativa é que melhore a mobilidade urbana. Acho que foi acertado escolher o domingo para fazer o teste, porque há um movimento menor de carros — disse.
O motorista Mário Araújo, morador da Gamboa, entretanto, está mais receoso.
— Por enquanto está excelente. Mas hoje é domingo, fica mais fácil. Quero ver durante a semana com um fluxo intenso de carros — comentou.
Por volta de 11h, a reportagem do GLOBO percorreu, em sete minutos, o trecho aberto da Via Binário do Porto, entre o Elevado do Gasômetro a Avenida Rio Branco, no sentido Centro. No sentido contrário, do Aeroporto Santos Dumont até o Gasômetro, foram necessários oito minutos.
Mesmo com pouco movimento, havia retenção, no sentido Centro, perto do cruzamento da Avenida Venezuela com Antônio Lage, devido a um sinal. Durante a manhã, segundo o Centro de Operações da prefeitura, o trânsito era bom na nova via.
O Binário do Porto será responsável pelo aumento de 27% na capacidade de tráfego na Zona Portuária e entorno. A via servirá para escoar o tráfego hoje direcionado ao Elevado da Perimetral. Paralela à Avenida Rodrigues Alves, a Via Binário do Porto terá várias saídas para a distribuição interna do trânsito e acessos ao Centro. Em um dos sentidos, fará a ligação da Rodoviária Novo Rio à Avenida Rio Branco. No outro, o trajeto parte da Rua Primeiro de Março em direção às alças do Viaduto do Gasômetro. Ao longo da via, já está pronto o leito por onde passará o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).
Com o adiamento do fechamento definitivo do Elevado a Perimetral, a implantação do BRS (faixa exclusiva de ônibus) na Avenida Francisco Bicalho, que começaria no sábado, foi suspensa. Uma nova data para a implantação do BRS ainda será definida.
O elevado seria interditado de vez no último sábado, mas Paes decidiu na quinta-feira adiar o fechamento definitivo do trecho entre a Rodoviária Novo Rio e a Praça Mauá. Segundo ele, vários fatores colaboraram para a decisão de adiar o fechamento. O prefeito citou os questionamentos do Ministério Público sobre os planos de mitigação de impactos no trânsito, o fato de as obras nas estação Arariboia das barcas só ficarem prontas na esta semana e o leilão do pré-sal nesta segunda, em um hotel na Barra da Tijuca.
Na terça-feira, a prefeitura do Rio e a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Porto (CDURP) já haviam sido notificadas pelo MP para que a interdição não ocorresse sem que as medidas para minimizar os problemas no trânsito fossem totalmente colocadas em prática.

Nenhum comentário: