quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Vigas removidas da Perimetral desaparecem de terreno no Rio

09/10/2013 - Jornal do Brasil

Seis vigas de 40 metros de comprimento, 60 centímetros de largura e 20 toneladas, que foram retiradas do Elevado da Perimetral e encaminhadas para um depósito da Prefeitura, desapareceram.

De acordo com a Prefeitura, o furto foi constatado somente nesta terça-feira (8). Juntas, as vigas valem cerca de R$ 14 milhões, segundo avaliação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (Crea-RJ).

Eduardo Paes classificou o desaparecimento das vigas como "inacreditável". De acordo com o prefeito, a Concessionária Porto Novo, que tem a concessão da área, terá que ressarcir a prefeitura caso as vigas não apareçam.

"Eles tinham a obrigação de tirar e guardar para a prefeitura. Isso é um absurdo, mas ninguém vai imaginar também que alguém ia roubar vigas com não sei quantas toneladas. O concessionário vai ter que pagar por isso."

A Perimetral será demolida até 2016, em função da revitalização do porto. Segundo nota da Prefeitura do Rio, a Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio (Cdurp) iniciou a apuração do ocorrido, para punir os responsáveis. O material seria vendido em leilão ou utilizado em obras municipais.

Em nota oficial, a Cdurp informa que determinou à Concessionária Porto Novo, responsável pela guarda do material, que desse início imediato à apuração dos fatos a fim de recuperar as peças e punir os responsáveis. A Cdurp está acompanhando a evolução das investigações.

O material utilizado nas vigas tem uma constituição especial para resistir à corrosão. O Corten, como é conhecido, é uma nobre mistura de aço, nióbio e cromo.

Nenhum comentário: