segunda-feira, 14 de abril de 2014

Barra da Tijuca ganha nova via para desafogar o trânsito

13/04/2014 -O Globo / O Dia - RJ

RIO — O prefeito Eduardo Paes inaugurou, na manhã deste sábado, a Avenida Engenheiro Hermano Cezar Jordão Freire, que faz parte de um trecho de um quilômetro do BRT Transcarioca — corredor expresso que ligará a Barra da Tijuca à Ilha do Governador. De acordo com a prefeitura, a via, que liga a Avenida Ayrton Senna, na altura do shopping Via Parque, até o condomínio Península, deve amenizar os constantes congestionamentos enfrentados por motoristas que saem de Jacarepaguá e da Linha Amarela em direção à Barra.

— Essa via deve desafogar o trânsito desse trecho, eliminando mais um cruzamento da Avenida Ayrton Senna — disse o prefeito.

A CET-Rio estima que cerca de 1.300 veículos cruzam, por hora, a Avenida Ayrton Senna em direção à Península, na altura do Via Parque. A estimativa é que os motoristas passem a utilizar a nova avenida, descongestionando esse trecho.

Em formato de "Y", a via tem um quilômetro, duas faixas e sentido único em direção à Barra, e passa por baixo da ponte estaiada Cardeal Dom Eugenio de Araújo Sales. A obra se estendeu por um ano e custou R$ 20 milhões.

BRT antes da Copa

Durante a solenidade de entrega da obra, Paes prometeu que o BRT Transcarioca estará pronto até o início da Copa do Mundo, em junho:

— É até junho, não é? É o nosso prazo final. Estamos caminhando bem. Nos últimos dez dias, houve um problema de paralisação, de greve de funcionários. Estamos pressionando as empresas, mas a obra está praticamente concluída.

A prefeitura estima que o corredor vai beneficiar 450 mil passageiros por dia, além de tirar 500 ônibus das ruas da região.

Iniciada em março de 2011, com financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a obra do BRT Transcarioca convive com atrasos e a paralisação de funcionários em algumas frentes.

Da Barra da Tijuca até a Ilha do Governador, o Transcarioca terá 39 quilômetros de extensão e 45 estações, e cortará 14 bairros. A via está sendo construída em dois lotes (da Barra à Penha e da Penha ao Aeroporto Internacional Tom Jobim) e será o primeiro corredor expresso a cortar transversalmente a cidade. Os investimentos somam R$ 1,9 bilhão, entre recursos do BNDES e da prefeitura.

O Dia - RJ

Via é inaugurada para desafogar o trânsito na Avenida Ayrton Senna

Avenida de um quilômetro passa sob a ponte estaiada e segue por trás do Via Parque

Rio - O prefeito Eduardo Paes inaugurou ontem uma via de um quilômetro de extensão, na Barra, planejada para aliviar o tráfego para os veículos que saem de Jacarepaguá e da Linha Amarela. A Avenida Engenheiro Hermado Cezar Jordão Freire conta com duas faixas — ambas no mesmo sentido. O investimento feito na nova avenida, que demorou um ano e meio até ficar pronta, foi de R$ 20 milhões.

Questionado pelo fato de a via ser mão única, Eduardo Paes garantiu: "O cruzamento que fazia com que o trânsito parasse fica justamente na direção de quem vinha da Linha Amarela em direção ao Via Parque e à Península. Esse caminho era a obra possível de se fazer agora e é mais do que suficiente". 

A intervenção faz parte do projeto do BRT Transcarioca, que vai ligar o Aeroporto Tom Jobim à Barra, e que tem um custo total de R$ 1,7 bilhão. São 39 quilômetros e 36 estações. Apesar do atraso nas obras, o prefeito garantiu que o BRT Transcarioca já está praticamente concluído e que, até a Copa, o sistema chega ao aeroporto.

A nova via passa por trás do Shopping Via Parque, em direção à Avenida das Américas, e vai desafogar o trânsito da Ayrton Senna, eliminando mais um dos cruzamentos por onde passavam cerca de 1.300 veículos por hora.

Para auxiliar os motoristas durante estes primeiros dias de funcionamento, foi implantada sinalização nas vias de acesso. A CET-Rio informou que também vai instalar quatro painéis móveis na via.

Segundo Paes, as obras de mobilidade urbana ficarão como legado após o término dos grandes eventos que o Rio irá sediar. "O mais importante é que vai ter um monte de carioca que poderá usar isso aqui antes, durante e depois da Copa".

Segundo Paes, a Transcarioca vai atender 450 mil passageiros por dia e tirar 500 ônibus das ruas. A prefeitura estima que, quando a Transcarioca estiver totalmente concluída, haja redução em mais de 60% do tempo gasto entre Ilha do Governador e a Barra da Tijuca.

Nenhum comentário: