quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Paes quer inaugurar o Museu do Amanhã no aniversário de 450 anos do Rio

26/11/2014 - O Globo

Prefeito diz que local será um ícone e vai marcar a revitalização da Zona Portuária

POR ISABELA BASTOS

Eduardo Paes durante visita às obras do Museu do Amanhã - Gustavo Miranda / Agência O Globo

RIO - O prefeito Eduardo Paes disse, nesta quarta-feira, que quer inaugurar o Museu do Amanhã, em construção no Píer Mauá, em 1º de março, dia do aniversário da cidade. Paes visitou as obras do museu, que já estão 77% prontas. Durante a visita, o prefeito disse que espera que o prédio - cujo projeto é do arquiteto catalão Santiago Calatrava - vire um ícone da cidade, à altura dos Arcos da Lapa, do Maracanã, do Pão de Açúcar e do Corcovado.

- A gente está correndo para que poder cantar o parabéns para o Rio aqui no museu. Isso aqui é um ícone, uma marca da revitalização da Zona Portuária. O Rio está de novo olhando para o seu Centro, com essa paisagem maravilhosa da Baía de Guanabara e das montanhas. Não tenho dúvidas de que estamos fazendo uma nova marca para a cidade, da dimensão do Maracanã, dos Arcos da Lapa e até do Pão de Açúcar e do Corcovado, coisas que a natureza nos deu - disse Paes, visivelmente satisfeito com o progresso da obra.

Durante o passeio, Paes voltou a pedir a compreensão do carioca para as obras no Centro, que, no sábado, entram em nova fase, com o fechamento de três faixas de rolamento da Avenida Rio Branco. E reforçou a necessidade de que os motoristas deixem o carro em casa, dando prioridade ao transporte público. O fechamento de parte da pista da avenida é para abrir caminho às obras de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos.

- De novo, é pedir a parceria e compreensão. À medida que a gente vê as coisas se abrindo e se requalificando, as pessoas vão entendendo. São obras de urbanização e mobilidade. O VLT é para melhorar a mobilidade. Só que, para fazer a obra, tem que sofrer um pouco. Certamente, haverá impacto. A gente pede a atenção das pessoas. A gente sabe que elas vêem a informação no jornal, mas sempre tem surpresa. Sabemos que se está estressando a população, mas é para ter um Centro novo - ponderou.

Nenhum comentário: