terça-feira, 21 de julho de 2015

Governador visita as obras da Estação Jardim de Alah da Linha 4

20/07/2015 - Governo do Rio de Janeiro

O governador Luiz Fernando Pezão e o secretário de Transportes, Carlos Osorio, realizam visita técnica, na manhã desta terça-feira (21/07), às obras da Estação Jardim de Alah da Linha 4 do Metrô, onde o Tunnel Boring Machine (TBM), conhecido como Tatuzão, chegou numa solução inédita da engenharia brasileira. Parte da estação foi preenchida com água e o 'Tatuzão" entrou submerso, no último dia 10 de julho. A técnica - breakthrough submerso - foi utilizada para equilibrar a pressão do terreno e permitir que o equipamento continuasse operando em ambiente similar ao que estava sob o canal. Durante a visita serão apresentadas as próximas etapas da obra.

Linha 4 do Metrô vai transportar mais de 300 mil pessoas 

A Linha 4 do Metrô é uma obra do Governo do Estado do Rio de Janeiro e vai transportar, a partir de 2016, mais de 300 mil pessoas por dia, retirando das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. Serão seis estações e aproximadamente 16 quilômetros de extensão.

A ligação metroviária entre Ipanema e Barra da Tijuca estará à disposição dos passageiros em junho de 2016, com o início da operação assistida, fora do horário de pico e com intervalos maiores no fluxo dos trens, para que os últimos ajustes operacionais sejam feitos. A operação comercial nos mesmos horários das demais linhas do metrô será iniciada em julho de 2016. A partir do ano que vem, será possível ir da Barra a Ipanema em 13 minutos e, da Barra ao Centro, em 34 minutos.
 
SERVIÇO:

Data: 21 de julho de 2015 (terça-feira)
 
Horário de chegada da imprensa: 9h30
 
Local: Canteiro de obras da Estação Jardim de Alah - Entrada pelo portão 7: Avenida Borges de Medeiros (em frente ao número 179), esquina com a Avenida General San Martin, no Jardim de Alah

ATENÇÃO! A imprensa deve chegar ao local às 9h30, para que possa fazer imagens da estação e ser acomodada na área destinada aos jornalistas. É imprescindível que as equipes estejam de calça comprida e tênis ou bota, sem salto, para ter acesso ao canteiro de obras.


** Não há área para estacionamento no canteiro de obras da Estação Jardim de Alah.

Nenhum comentário: