terça-feira, 27 de abril de 2010

Nova Câmara de Vereadores será em terreno perto da Cidade do Samba, na Zona Portuária

PROJETO


Publicada em 27/04/2010 às 16h40m
Simone Candida - O Globo - 27/04/2010
  • R1
RIO - O prefeito Eduardo Paes disse nesta terça-feira que um terreno próximo à Cidade do Samba, na Zona Portuária, vai abrigar a nova sede da Câmara de Vereadores. Segundo o prefeito Eduardo Paes, a área já foi desapropriada e o projeto de construção deve ser escolhido por meio de um concurso, que será realizado pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB). O valor da obra e a data da inauguração da nova câmara, no entanto, ainda não foram divulgados.
Com a mudança, o Palácio Pedro Ernesto, na Cinelândia, onde ficam os 51 vereadores da capital, passaria a abrigar o Museu da História da Cidade - um espaço interativo aberto ao público. O desejo dos parlamentares que apoiam o projeto é inaugurar a nova Casa no ano que vem.
Uma vez confirmada, a mudança da Câmara passaria a integrar o projeto "Porto Maravilha", que prevê a revitalização da Zona Portuária, uma das principais bandeiras defendidas pelo prefeito Eduardo Paes. Os recursos para a construção da futura sede legislativa viriam da venda dos certificados de Potencial Adicional de Construção (CEPAC's), títulos financeiros criados pela prefeitura para financiar parte das melhorias programadas para a região. Outra possibilidade é a Câmara recorrer ao próprio caixa para conseguir se mudar. De acordo com a assessoria de imprensa da Casa, os R$ 55 milhões economizados no ano passado podem ser investidos na aquisição de um terreno e na execução das obras.
A transferência para a Zona Portuária é vista pelo presidente da Câmara, vereador Jorge Felippe, como uma oportunidade de o legislativo fluminense conquistar uma sede própria e definitiva. Tombado pelo patrimônio histórico estadual, o Palácio Pedro Ernesto foi adaptado para atender às necessidades da Câmara do Rio, formada por vereadores e funcionários dos setores administrativos.
Embora as conversas entre o prefeito e Jorge Felippe ainda estejam em fase inicial, alguns detalhes do Museu da História da Cidade já estão definidos. Um conselho curador está sendo formado para trabalhar na criação do museu. Pai do governador do estado, o escritor Sérgio Cabral foi convidado a integrar o grupo, que contaria ainda com a atual secretária estadual de Cultura, Adriana Rattes. O jornalista e ex-secretário de Cultura do estado Leonel Kaz deverá ser o responsável pelo projeto. Kaz foi o curador do Museu do Futebol, em São Paulo. Amanhã, ele e o vereador Jorge Felippe se reunirão novamente para discutir a proposta. A ideia é inaugurar um espaço moderno e interativo, nos mesmos moldes do Museu do Futebol.

Nenhum comentário: