quarta-feira, 28 de abril de 2010

Prefeitura começa a demolir camelódromo que pegou fogo na Central

FIM


Publicada em 28/04/2010 às 15h22m
O Globo - 28/04/2010
    Demolição do camelódromo. Foto de Wania Corredo
    RIO - Na manhã desta quarta-feira, comerciantes que trabalhavam no camelódromo da Central do Brasil,destruído pelo fogo no início da semana, entraram nos escombros com a intenção de resgatar mercadorias. Logo depois, a prefeitura deu início ao processo de demolição das estruturas de ferro dos estandes com uma retroescavadeira.
    Veja fotos do incêndio
    Veja fotos do camelódromo no dia seguinte ao incêndio
    Nesta terça-feira, indignados com a possível transferência para outro local da cidade, os comerciantes apresentaram um documento manifestando intenção de permanecer no mesmo endereço. Eles temem que a Companhia de Desenvolvimento Rodoviário e Terminais do estado (Coderte), proprietária do terreno, recupere a área para a construção de um novo complexo rodoviário - intenção já manifestada pela companhia.
    Participe do debate sobre o tema Camelôs no site da campanha 'Dois Gritando'
    Os comerciantes conseguiram o apoio do advogado Carlos Nicodemos, membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB. Ele destacou duas cláusulas do contrato entre a Coderte e a associação de vendedores, em defesa destes últimos. Um deles prevê que, em caso de incêndio, a empresa pode recuperar o terreno, mas precisaria notificar os comerciantes 90 dias antes. Outra prevê que os comerciantes podem reerguer o que foi atingido pelo fogo. O incêndio destruiu 18 mil metros quadrados, de uma área de 32 mil.

    Nenhum comentário: