sábado, 8 de maio de 2010

Margens das vias expressas vão ganhar parques


Vinte e uma favelas coladas às linhas Vermelha e Amarela terão área de lazer, ciclovia, quadras poliesportivas e até um mercado municipal

POR CHRISTINA NASCIMENTO - 07/05/2010 - O Dia
Rio - Vinte e uma comunidades que ficam às margens das linhas Vermelha e Amarela — e dão acesso à Ilha do Governador — vão passar por mudanças paisagísticas. Batizado de Parques Lineares, o projeto vai ser lançado hoje pela Prefeitura do Rio e promete dar um novo visual a um complexo onde moram 110 mil pessoas. Caminho para o Aeroporto Galeão e corredor viário por onde passarão as comitivas dos países que vão participar da Copa de 2014 e dos Jogos Olímpicos em 2016, esses trechos serão a fachada de investimentos de até R$ 20 milhões.
Foto: Divulgação
Prefeitura construirá ciclovias, calçadas, espaços cobertos, quadras poliesportivas, parques e quiosques à margens das linhas Vermelha e Amarela | Foto: Divulgação
A ideia do Município é levar para as favelas beneficiadas ciclovias, calçadas, espaços cobertos, quadras poliesportivas, parques e quiosques. Elas já estão sendo ‘muradas’ com barreiras acústicas, placas para diminuir o barulhos dos veículos nas comunidades. Apesar das críticas ao projeto — que vai esconder parte da favela da vista dos motoristas — a expectativa é que as placas terminem de ser instaladas até o início do segundo semestre.
Para a Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, por exemplo, há a previsão da construção de um mercado municipal. No total, as intervenções urbanísticas vão atingir uma área de aproximadamente 40 hectares.
MELHORIA NA ILUMINAÇÃO
As obras foram dividas em etapas. No chamado trecho 1, situado na Linha vermelha, serão cinco quilômetros. Nelas estão 13 comunidades: Parque União, Rubens Vaz, Nova Holanda, Nova Maré, Baixa de Sapateiro, Timbau, Conjunto Bento Ribeiro Dantas, Conjunto Pinheiro, Vila Pinheiro, Vila do João, Parque Ecológico da Maré, Parque de Alegria e Parque Boa Esperança.
O Parque Ecológico da Maré terá o plantio de 197 árvores. Os frequentadores vão ganhar uma área de convivência com mesas e bancos. O alambrado do campo de futebol será recuperado.
O projeto contempla também investimentos em iluminação para melhorar a segurança do local. Em todas as estações de acessos às passarelas serão instalados postes de concreto de 16 metros de altura com luminárias fechadas. Também vai acontecer a reposição de lâmpadas também nas quadras de esportes, para que moradores consigam praticar exercícios à noite.
Dentro do programa de recuperação, todos os os brinquedos, mesas e bancos vão ganhar a cor azul — marca da nova gestão municipal. A única exceção serão os tabuleiros de xadrez, que serão refeitos com as cores originais. Todos os equipamentos, sejam de madeira ou metálicos, vão receber pintura anticorrosiva.

Nenhum comentário: