terça-feira, 8 de junho de 2010

Corredor da Alameda São Boaventura reduz tempo de viagem em Niterói



08/06/2010
Já é nítido o efeito positivo no trânsito que o Corredor Metropolitano da Alameda São Boaventura, em Niterói, proporcionou aos passageiros. Inaugurado há menos de três meses, ele eliminou os antes constantes engarrafamentos na Alameda e na Avenida Feliciano Sodré.
O tempo de viagem foi reduzido em até 30 minutos, no trajeto Maricá-Rio de Janeiro. Aproximadamente 250 mil passageiros, que percorrem o trecho diariamente, foram beneficiados. Nos horários de rush, a velocidade dos ônibus não passava de 9km/h. Hoje, com o corredor viário, precisou ser limitada a 40km/h.
O superintendente do Sindicato das Empresas de Transporte do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj), Márcio Barbosa, diz que o corredor é um marco no estado. “Os investimentos públicos priorizam o transporte coletivo. Para os passageiros, representa uma viagem mais rápida e confortável”, comemora.
No trecho da Alameda São Boaventura circulam 240 ônibus a cada hora, vindos da RJ-104, enquanto pela Avenida Feliciano Sodré transitam 530 ônibus que atendem à demanda de passageiros de São Gonçalo para Niterói. No total, operam no corredor 24 linhas municipais e 105 intermunicipais. Somados automóveis e caminhões, cerca de 50 mil veículos circulam por dia na região.
O projeto do corredor foi desenvolvido pela Sinergia Estudos e Projetos, empresa de consultoria especializada no setor de transporte, a partir dos trabalhos que foram feitos pela prefeitura de Niterói. O corredor viário é composto por duas faixas exclusivas para ônibus nas pistas que margeiam o canal que corta a Alameda e conta com seis estações de embarque e desembarque, além de duas pistas exclusivas para ônibus. Há também sinais mais modernos, facilitando assim o acesso dos pedestres às plataformas de embarque, e paineis que monitoram a velocidade dos ônibus.
O corredor, que tem seis quilômetros de extensão, é fruto de uma parceria entre a secretaria de Estado e Transportes e a prefeitura de Niterói.

Nenhum comentário: