terça-feira, 15 de junho de 2010

Rio de Janeiro é a cidade mais cara da América, diz estudo




France Presse
Publicação: 14/06/2010 13:57 - Correio Braziliense

Tóquio é a cidade mais cara do mundo para os estrangeiros que vivem lá e o Rio de Janeiro, a mais cara do continente americano, enquanto Londres deixou de figurar entre as primeiras cinquenta, segundo um estudo divulgado nesta segunda-feira em Paris pela consultoria britânica ECA.

O estudo, feito antes da queda do euro, mede os preços de bens de consumo e serviços (moradia, alimentação, transporte, vestimenta, lazer, etc) de 400 cidades do mundo.

Depois de Tóquio, o segundo lugar é ocupado por Oslo e o terceiro por Luanda. No continente americano, Rio de Janeiro aparece em primeira posição.

"Contrastando com o ano anterior, o aumento da demanda por matérias-primas reforçou o valor do real e permitiu às cidades brasileiras subir na classificação", afirma o relatório.

Madri e Barcelona estão, respectivamente, na 34ª e 35ª colocação entre as cidades europeias, e em 68º e 71º lugares no ranking mundial.

A grande surpresa do estudo foi Londres, que ficou em 78º lugar e já não faz parte das primeiras 50 cidades.

Durante muito tempo, Londres ficou entre as capitais onde o custo de vida era um dos mais elevados.

Luanda, antigo líder da classificação, caiu ao terceiro lugar, e Paris ao décimo sexto.

Nenhuma cidade americana está entre as 25 primeiras cidades. Nova York ficou no 48º lugar.

"A queda do dólar acarretou uma leve alta do custo de vida na maioria das cidades da América do Norte", explica a ECA.

"A fragilidade da libra esterlina (...) provocou uma diminuição dos preços para aqueles que visitam o Reino Unido", afirma o relatório. Como consequência, "Londres está mais barata que outras cidades europeias como Munique, Amsterdã ou Bruxelas", afirma.

Cinco cidades africanas estão entre as 25 primeiras: além de Luanda, Libreville está no 13º posto, Abidjan no 17º, Abuja no 18º e Kinshasa em 23º. Com a exceção de Abidjan, as outras quatro cidades estão em regiões produtoras e exportadoras de petróleo.

O ranking das primeiras 50 é encerrado por Atenas.

"A flutuação das moedas continua sendo o fato mais influente na evolução do custo de vida", conclui a investigação realizada entre março de 2009 e março de 2010.

Veja a seguir a classificação das primeiras 20 cidades mais caras segundo a ECA:

1) Tóquio

2) Oslo

3) Luanda

4) Nagóia

5) Yokohama

6) Stavanger

7) Kobe

8) Copenhague

9) Genebra

10) Zurique

11) Berna

12) Basiléia

13) Libreville

14) Helsinki

15) Moscou

16) Paris

17) Abidjan

18) Abuja

19) Tel Aviv

20) Seul

Nenhum comentário: