quinta-feira, 15 de julho de 2010

Avenida das Américas ganhará dois novos viadutos

TRÂNSITO


Publicada em 13/07/2010 às 23h13m
Isabela Bastos - o Globo - 13/07/2010
    RIO - Dois cruzamentos complicados da Avenida das Américas, que hoje atentam a vida dos motoristas, deixarão de existir com as obras da TransOeste (corredor expresso ligando a Barra a Santa Cruz), lançadas na semana passada pelo prefeito Eduardo Paes. Com 38,5km de extensão, faixas exclusivas para ônibus e 30 estações, a TransOeste prevê a construção de dois viadutos no cruzamento da Américas com as avenidas Salvador Allende (Barra) e Benvindo de Novaes (Recreio). Os elevados eliminarão os sinais de trânsito. Segundo o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, as intervenções começarão em 30 dias, pelo cruzamento com a Salvador Allende. A prefeitura pediu pressa à empreiteira responsável pelas obras, para entregar o viaduto antes do verão.
    A pressa, diz Pinto, visa a evitar que as obras naquele trecho da Américas, um dos principais acessos à praia, se prolonguem durante o verão. O início da construção do viaduto sobre a Benvindo de Novaes ainda será decidido dentro do cronograma das obras da TransOeste, que tem prazo de dois anos para ficar pronta.
    - O viaduto será erguido com lajes e vigas pré-moldadas, acelerando o processo - disse o secretário.
    Para erguer os dois viadutos, as pistas centrais da Américas serão elevadas em cerca de 2,5 metros. A mesma técnica foi usada na Avenida Brasil, cujos sinais foram substituídos por viadutos, como o que dá acesso a Realengo. Solução semelhante de engenharia foi usada na própria Avenida das Américas, nas imediações da Cidade da Música.
    O desenho do viaduto sobre a Salvador Allende, com dois pilares sustentando as lajes de concreto, já prevê o alargamento da avenida, que fará parte do trajeto da TransOlímpica (corredor expresso que ligará a Barra à Avenida Brasil, na altura de Deodoro). Com 26km de extensão, faixa segregada para ônibus com 18 estações e previsão de pedágio, o projeto básico da TransOlímpica está sendo finalizado pela Casa Civil. O edital será lançado em setembro. Será uma Parceria Público Privada (PPP) - obras custeadas com recursos privados.
    Segundo o secretário de Obras, a opção por viadutos na Avenida das Américas, num momento em que a prefeitura discute a eliminação de elevados em outros pontos da cidade, como o da Perimetral, teve motivação econômica:
    - Fazer mergulhões na TransOeste encareceria demais as obras. Os viadutos são soluções mais baratas e de execução bem mais rápida.
    Orçada em R$ 692 milhões, a TransOeste será totalmente custeada com recursos municipais. Divididas em três lotes, as obras serão executadas pelas empreiteiras Norberto Odebrecht (lotes 1 e 2, entre o Terminal Alvorada e a Estrada da Matriz) e Sanerio (lote 3, no trecho entre as estradas da Matriz e da Pedra).
    Outra frente de obras da TransOeste que começará nos próximos dias será a limpeza das margens da Américas nos 6km entre a Salvador Allende e o Recreio Shopping. Segundo Pinto, todo o entulho que hoje ocupa a faixa de domínio da avenida será removido. Espaços públicos ocupados irregularmente por estacionamentos serão retomados.
    A limpeza tem por objetivo fazer a demarcação das novas pistas e canteiros que serão construídos, preparando terreno para a implantação de redes de drenagem. Esse trecho da Américas, que hoje tem duas faixas em cada sentido, ganhará pistas laterais (também com duas faixas), numa configuração semelhante ao que a via expressa já apresenta entre o Jardim Oceânico e a Salvador Allende. Já o trecho de 3km da Américas entre o Recreio Shopping e a subida da Serra Grota Funda terá seis faixas, três em cada sentido, sem pistas laterais. Hoje, esse trecho é operado em mão dupla, com acostamento precário.

    Nenhum comentário: