quinta-feira, 15 de julho de 2010

Imóveis da Zona Sul do Rio de Janeiro valorizam em até 76% nos últimos seis meses


SRZD, 15/jul
Um levantamento do Sindicato de Habitação do Rio (Secov Rio), divulgado nesta terça-feira, revelou que os preços dos imóveis na cidade do Rio de Janeiro está subindo a um ritmo acelerado. Segundo a instituição, em Ipanema, na Zona Sul, um apartamento de quatro quartos está custando, em média, R$ 2,556 milhões - uma valorização de 76% em seis meses. No bairro do Flamengo, o preço médio de um apartamento de dois quartos está custando R$ 477.692 - valorização de 44,89% entre dezembro do último ano e junho.
  • Para o presidente da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi/RJ), Rogério Chor, a capital fluminense está vivendo um processo de valorização em todas as regiões. Mas, na Zona Sul, a oferta é menor do que a procura. Segundo ele, são diversos os motivos para esse processo. Um deles é a criação das Áreas de Proteção do Ambiente Cultural (APACS), que restringe a construção na região. Outro motivo que contribui para alta dos preços nos imóveis da Zona Sul é a instalação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas comunidades carentes.
"O Rio de Janeiro estava esquecido por muito tempo. De alguns anos para cá, o cenário se inverteu. A cidade foi anunciada como sede dos Jogos Olímpicos e vai receber também a Copa do Mundo. Os investimentos em segurança pública fizeram grande diferença nos preços dos imóveis próximos a comunidades carentes", aponta.
Perguntado sobre a continuidade (ou descontinuidade) da valorização dos imóveis na capital carioca depois das Olimpíadas 2016, Chor enfatizou que tudo dependerá da capacidade do Rio em se firmar como destino turístico internacional nos próximos anos.

Nenhum comentário: