quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Porto ganhará prédio com selo verde na área do antigo Moinho Marilu

REVITALIZAÇÃO


Publicada em 10/08/2010 às 23h09m
    O Globo - 10/08/2010
ECOLOGIA: A obra do novo edifício terá certificação ambiental, com redução de desperdício de materiais na construção e uso racional de água/Foto: divulgação
RIO - A revitalização da Zona Portuáriaganhou mais um projeto de peso, conforme demonstra reportagem de Jacqueline Costa, na edição desta quarta-feira do GLOBO. A empresa americana Tishman Speyer comprou a área do antigo Moinho Marilu para construir no local um sofisticado edifício de 20 andares, sendo 18 de escritórios, como foi noticiado pela coluna Negócios & Cia, no GLOBO.
A área de 13 mil metros quadrados, em frente à Baía de Guanabara, fica ao lado do antigo prédio do Jornal do Brasil, que está sendo reformado para dar lugar ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into). O terreno na Avenida Rio de Janeiro foi adquirido, por R$ 200 milhões, da Bunge Alimentos, cujas instalações já estavam desativadas.
O empreendimento seguirá o conceito de sustentabilidade e contará com a certificação do Green Building Council. Entre os critérios avaliados para a concessão do selo verde está a redução de desperdícios durante a obra e o uso de materiais de construção que possam ser reaproveitados no futuro. Economia no uso de água também é outro quesito levado em consideração.
A previsão é que a construção esteja concluída em meados de 2013, a tempo da Copa de 2014.
Confira a íntegra desta reportagem em O Globo digital (disponível somente para assinantes)
Leia mais:
Porto do Rio vai receber R$ 1,6 bilhão em quatro anos

Nenhum comentário: