terça-feira, 10 de agosto de 2010

Porto Maravilha: gasômetro do Rio pode virar área residencial

REVITALIZAÇÃO


Publicada em 10/08/2010 às 23h09m
O Globo - 10/08/2010
    RIO - A prefeitura planeja transformar parte do espaço ocupado há quase cem anos pelo gasômetro de São Cristóvão em um bairro com residências e comércio, dentro do projeto Porto Maravilha, de revitalização da região, como mostra reportagem de Luiz Ernesto Magalhães, na edição do GLOBO desta quarta-feira. A área será comprada pelo município da Secretaria de Patrimônio da União (SPU) e revendida para a iniciativa privada construir os imóveis, como parte das operações da Companhia Municipal de Desenvolvimento Urbano do Porto (Cdurp).
    A informação foi dada, na terça-feira, pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Felipe Góes, durante a cerimônia de assinatura do protocolo de intenções para a implantação do Parque Tecnológico Barão de Mauá , em um imóvel desocupado da CEG na Avenida Presidente Vargas. A ideia é criar no local, até 2012, um pólo de produção de soluções de Tecnologia de Informação (TI) para as áreas de petróleo e gás. O projeto é desenvolvido em parceria com a PUC, o Instituto Brasileiro de Petróleo e a Microsoft.
    Goes explicou que as negociações para compra do terreno, hoje ocupado em parte pela CEG, devem começar em dezembro, após a prefeitura concluir a compra de dois terrenos da Rede Ferroviária Federal, eleitos como pilotos para o projeto de revitalização.
    A área do gasômetro mede 115 mil metros quadrados mas está sendo subutilizada desde que a CEG concluiu, em 2007, a conversão dos imóveis do Rio de gás manufaturado para gás natural. Hoje, apenas um tanque é mantido inflado, como referência à história da região.
    Leia a íntegra desta reportagem na edição de O Globo digital (disponível somente para assinantes)
    Leia mais:
    Instalações do TJ começam a funcionar no porto até janeiro
    Projeto Porto Maravilha deve receber investimento de R$ 3,5 bi do FGTS
    Porto Maravilha: Rodrigues Alves vai se tornar via expressa
    Links patrocinados

    Nenhum comentário: