domingo, 19 de setembro de 2010

Prefeitura apresenta ao COI projeto de duplicação da Niemeyer

FIM DO MISTÉRIO




Publicada em 09/09/2010 às 23h39m

Carla Rocha e Luiz Ernesto Magalhães - 09/09/2010




    Conheça o projeto para a Niemeyer

    RIO - Mantido em sigilo pela prefeitura, o projeto conceitual para a duplicação da Avenida Niemeyer foi apresentado, nesta quinta-feira, aos dez técnicos do Comitê Olímpico Internacional (COI) que passaram o dia em reuniões na sede do Comitê Organizador Rio 2016, na Barra da Tijuca, revendo o andamento dos preparativos do evento. Os documentos sobre o tema, no entanto, acabaram vazando. O plano consiste em construir uma terceira pista projetada em direção ao mar com duas faixas destinadas apenas para ônibus. Na altura do Hotel Sheraton, porém, seriam necessárias escavações na rocha, já que não há espaço disponível.

    Vote: A proposta melhorará o trânsito entre Barra e Zona Sul?

    Outro documento mostra a estratégia de aproveitamento da Niemeyer durante os Jogos Olímpicos em julho de 2016. Durante o evento, todas as pistas seriam usadas por carros de passeio no deslocamento entre São Conrado e Leblon. O Túnel Zuzu Angel teria uma faixa exclusiva para a chamada família olímpica e a segunda para a passagem de ônibus. O prefeito Eduardo Paes, porém, preferiu não dar mais detalhes.


    - O COI ficou satisfeito com o projeto. Agora quero apresentá-lo a instituições como o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e ao Ministério Público- disse o prefeito, revelando a estratégia que adotará para tentar superar resistências à proposta.


    À noite, o diretor-executivo da Comissão de Coordenação das Olimpíadas de 2016, Gilbert Felli, se disse satisfeito com a reunião:


    - Sempre existe a preocupação com o tempo. A nossa obrigação é cobrar prazos. Mas hoje não temos com o que nos preocupar.

    Nuzman: COI satisfeito com ritmo

    A marroquina Nawal El Moutawakel, presidente da Comissão de Coordenação, deixou o prédio na companhia do presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, mas não falou sobre os temas discutidos. Nuzman, por sua vez, afirmou que o que mais impressionou o COI foi a paixão das equipes envolvidas no projeto:


    - Estamos cumprindo as etapas, de acordo com o previsto no cronograma. Eles não estão preocupados nem com o fato de a APO (Autoridade Pública Olímpica, com representantes dos três níveis de governo que vão coordenar a Rio 2016) ainda funcionar por meio de uma medida provisória (o prazo vence no dia 22) - disse Nuzman.


    Segundo Paes, a questão da APO foi mencionada, mas houve um perfeito entendimento das razões apresentadas para a demora na aprovação da entidade:


    - Certamente eles querem que se resolva logo, mas entenderam as razões da demora. Além do mais, todos os prazos estão sendo cumpridas. Houve a consolidação da Zona Portuária, que vai receber muitos equipamentos, e a Barra, por sua vez, teve uma redução dos projetos. O importante é que os três níveis de governo estão trabalhando juntos, sem conflitos ou brigas.



    Leia mais:


    Nuzman defende duplicação da Avenida Niemeyer


    COI vai analisar o projeto de duplicação da Avenida Niemeyer

    Nenhum comentário: