terça-feira, 21 de setembro de 2010

Prefeitura pode desistir de fechar a Avenida Rio Branco para veículos

Em avaliação


Publicada em 20/09/2010 às 23h42m - O Globo
Luiz Ernesto Magalhães
Fotomontagem mostrando como ficaria a Avenida Rio Branco. Foto: Divulgação
RIO - O prefeito Eduardo Paes disse, nesta segunda-feira, por intermédio de sua assessoria que está reavaliando se vai mesmo transformar a Avenida Rio Branco em área exclusiva para a circulação de pedestres, no trecho entre a Candelária e a Avenida Beira-Mar. O projeto proposto pelo secretário municipal de Urbanismo, Sérgio Dias, retiraria 40 mil veículos por dia do Centro do Rio. 

Paes não disse quando divulgará sua decisão final. O projeto já foi adiado duas vezes. No início do ano, o prefeitura chegou a anunciar que interditaria a avenida em junho, de forma experimental. Depois, o prazo mudou para outubro. A chamada "Rambla carioca", numa referência à rua de pedestres de Barcelona, na Espanha, incluiria um projeto de reurbanização que seria concluído em 2012. 

Outro projeto ainda sem data definida para sair do papel são as obras de modernização do Túnel Rebouças. Em janeiro, o então secretário municipal de Obras, Luiz Guaraná (posteriormente deslocado para a Casa Civil), anunciou para o segundo semestre deste ano uma licitação para fazer a maior reforma desde a inauguração do túnel, em 1962. A estimativa é que fossem gastos R$ 60 milhões em dois anos. 

O Rebouças ganharia pórticos com design moderno na entrada das galerias, revestimento com placas curvas de fibra de vidro nas laterais, novo sistema de exaustão e 60 câmeras de monitoramento. O pavimento também seria recuperado. Segunda-feira, a assessoria do atual secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, informou apenas que ainda não há uma data prevista para que a concorrência seja realizada. 

Nenhum comentário: