quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Vencedor da segunda fase do projeto Porto Maravilha é anunciado

27/10/2010 - Portal 2014

Consórcio formado por Odebrecht, OAS e Carioca levou PPP de R$ 7,3 bilhões

Segunda fase do Porto Maravilha vai custar R$ 7,3 bilhões (crédito: Divulgação)
ampliar

O consórcio Porto Novo, formado pelas empresas Odebrecht, OAS e Carioca Engenharia, foi o vencedor da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do Rio de Janeiro, para intervenções na segunda fase do Projeto Porto Maravilha, que pretende revitalizar a zona portuária carioca. O resultado foi anundiado ontem (26).

Uma nova avenida, chamada Binário, será construída em janeiro de 2011 em obra que levará dois anos para ser concluída. A prefeitura espera que todas as obras viárias e de infraestrutura fiquem prontas até a Olimpíada de 2016, já que o porto receberá vilas de mídia e dos árbitros, além de outras instalações.

Com valor da PPP estipulado em R$ 7,3 bilhões por 15 anos de concessão, o consórcio ficará responsável por reurbanizar ruas, calçadas, além do Morro do Pinto, próximo a área, instalar redes de esgoto, água, telefonia entre outros serviços. A assinatura do contrato será feita na última semana de novembro.

Nenhum comentário: