quarta-feira, 25 de maio de 2011

Ponte estaiada começa a surgir ligando a Ilha do Fundão à Linha Vermelha

24/05/2011 - O Globo, Fábio Vasconcellos

Nova estrutura

RIO - Após meses de obras, o pilar central da primeira ponte estaiada (suspensa por cabos) a ser inaugurada na cidade começa a chamar a atenção de quem passa pela Linha Vermelha, na altura da Ilha do Fundão. Com 780 metros de extensão, sendo 180 de vão central, a estrutura ligará o Fundão à linha expressa, no sentido Zona Sul, na altura do Canal do Cunha, e deve ser inaugurada em outubro. O projeto faz parte de um convênio assinado entre a Secretaria estadual do Ambiente e a Petrobras no valor de R$ 270 milhões e inclui, além da ponte, a dragagem dos canais da região.

O projeto da ponte teve que ser estaiada porque teremos um vão central muito grande sobre o canal. A ponte será uma opção para os motoristas que saem da Ilha do Fundão e não têm um acesso rápido à Linha Vermelha

Segundo o subsecretário estadual do Ambiente, Antonio da Hora, a ponte vai ajudar a desafogar o trânsito na Ilha do Fundão e a expectativa é que cerca de 25 mil veículos passem pela via diariamente. No momento, os operários trabalham na instalação do pilone, estrutura de aço à qual serão fixados os cabos de sustentação da ponte.

- O projeto da ponte teve que ser estaiada porque teremos um vão central muito grande sobre o canal. A ponte será uma opção para os motoristas que saem da Ilha do Fundão e não têm um acesso rápido à Linha Vermelha - disse Antonio da Hora.Cidade terá mais três pontes suspensas por cabos

Nos próximos anos, a Ilha do Fundão vai ganhar mais uma ponte estaiada. A estrutura faz parte do lote 2 do projeto BRT Transcarioca - corredor expresso para ônibus que ligará a Barra ao Aeroporto Internacional Tom Jobim . Ela será construída sobre a Baía da Guanabara, ligando as ilhas do Governador e do Fundão. Sobre o Canal do Cunha, o projeto do BRT prevê ainda construção de um viaduto que fará a conexão do via com o Fundão.

Na Barra, haverá a construção de duas pontes estaiadas nos próximos anos. A primeira, que também faz parte do projeto do BRT Transcarioca, será erguida sobre a Lagoa de Jacarepaguá. Por conta do projeto da Linha 4 do metrô, a segunda ponte suspensa por cabos da Barra sairá da Pedra do Focinho do Cavalo, passará sobre a Lagoa da Tijuca e seguirá em direção à estação Jardim Oceânico . Pelo projeto do governo do estado, a ponte, em concreto e aço, terá 275 metros.

Em paralelo à construção da estaiada da Ilha do Fundão, a Secretaria do Ambiente trabalha na recuperação dos canais do Cunha e do Fundão. As obras de despoluição dos canais, uma área de manguezal de 170 mil metros quadrados, já duram quase dois anos. Já foram retirados 1,8 milhão de metros cúbicos de material poluente do fundo dos canais. A secretaria estima que ainda seja necessário remover mais 1,5 milhão. Com isso, os canais, que estavam praticamente assoreados, passarão a ter 4,22 metros de profundidade, permitindo a circulação de água e redução do mau cheiro.


© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A.

Nenhum comentário: