quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Novos shoppings atendem ao alto poder de compra
O Globo, 25/ago
O bairro que concentra a maior quantidade e variedade de shoppings por habitante do Rio de Janeiro vai ganhar novos complexos comerciais nos próximos anos. Os investidores estão de olho no alto poder de compra de seus consumidores, que têm o segundo maior índice de alfabetização entre os cariocas e renda per capita em torno de R$ 2.400.

A região já concentra todo tipo de serviço e quatro shoppings de grande porte - Barrashopping, Via Parque, Rio Design Barra e Shopping Recreio - e mais de 30 centros de compra de médio porte, como Cittá América, Downtown, Barra Square, Barra Garden, Ca- sashopping, New York City Center e Barra World, além de shoppings menores junto a prédios e residências.

O maior deles será o shopping Metropolitano Barra, em uma área de 78 mil metros quadrados, na Avenida Abelardo Bueno. O complexo terá 230 lojas, oito salas de cinema, cinco restaurantes com vista panorâmica e 2.700 vagas de estacionamento. A inauguração está prevista para outubro do ano que vem.

Cerca de 35 mil unidades residenciais e corporativas serão erguidas no Cidade Jardim e no Centro Metropolitano, numa área que corresponde a três vezes o tamanho do Leblon. "Será o novo coração do bairro. Em torno dele se desenvolverá a Barra do futuro, que terá um desenvolvimento equivalente a 30 anos em apenas 5 anos, em função das Olimpíadas", define Carlos Carvalho, presidente da Carvalho Hosken.

O mais luxuoso deles, o Village Mall, será inaugurado em novembro do próximo ano, reunindo mais de 130 lojas, restaurantes de alta gastronomia, quatro cinemas com poltronas reclináveis de couro e teatro nos padrões da Broadway.

No compasso do crescimento da Barra, após 7 anos como shopping-referência em moda, cultura e alta gastronomia, o Rio Design Barra investiu R$ 50 milhões para acrescentar 30 novas marcas ao mix, área de conveniência e cinema totalmente modernizado com a primeira sala VIP do Rio de Janeiro.

Segundo pesquisa encomendada pelo shopping, o público que freqüenta o espaço é composto em sua maioria por mulheres (84%), com formação de Nível Superior (83%), e renda familiar mensal acima de R$ 8 mil. Para manter a fidelidade desses clientes tão seletos, o shopping criou no subsolo uma área de conveniência, ancorada por um SPA e diversos serviços, como agência de viagens, casa de câmbio e pet shop. "Agora os clientes não precisam mais buscar serviços em outros lugares", garante Mariana Carvalho, diretora de Marketing da Ancar Ivanhoe, administradora do espaço.

Nenhum comentário: