quinta-feira, 31 de maio de 2012

Paes inaugura Mergulhão do Campinho e ampliação do Viaduto de Madureira

25/05/2012 - Agência Rio

Antes mesmo da inauguração da Transcarioca – uma das mais importantes obras viárias na preparação do Rio para os Jogos Olímpicos de 2016 – os motoristas que circulam pela região de Madureira, na Zona Norte da cidade, já serão beneficiados.

Nesta sexta-feira (25), o prefeito Eduardo Paes entrega à população o Mergulhão Clara Nunes, em Campinho, e o Viaduto Negrão de Lima, em Madureira, com a capacidade duplicada.

Eles fazem parte da fase 1 da construção da Transcarioca – o primeiro corredor de alta capacidade no sentido transversal da cidade, ligando a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, numa faixa segregada de 39 quilômetros de extensão. Dois meses depois da visita da presidenta Dilma Rousseff às obras da Transcarioca, as novas vias do futuro corredor de BRT serão definitivamente abertas ao tráfego logo depois do evento.

Construído em 14 meses, o Mergulhão Clara Nunes tem 400 metros de extensão e quase 40 metros de largura na parte maior, onde futuramente haverá uma estação de embarque e desembarque do BRT Transcarioca. A única parte coberta é na projeção da Estrada Intendente Magalhães, seguindo para a Rua Ernani Cardoso. O trânsito no mergulhão será em mão-dupla com oito faixas no total – em cada sentido serão duas faixas para o Ligeirão e duas para o tráfego geral.

Para a construção do Mergulhão Clara Nunes, foi retirado um volume total de 25 mil metros cúbicos de rocha nas escavações, o que daria para formar uma pilha de 30 metros de altura ou para encher 10 piscinas olímpicas. Todo o material foi reaproveitado na própria obra, para fazer reforço de pavimento.

As pistas do mergulhão foram executadas com asfalto tipo SMA (Stone Mastic Asphalt), mais durável e que proporciona melhor drenagem e frenagem. As pistas exclusivas para os ônibus são em concreto e foram feitas com pavimentadoras, o que garante menor necessidade de manutenção.

Numa homenagem à Zona Norte, o mergulhão ganhou dois painéis de azulejos decorados, com 80 metros de comprimento cada e um total de 32 mil peças. O conceito do trabalho da artista plástica Laura Taves – que participou também da revitalização da Escola Municipal Tasso da Silveira – foi inspirado na musicalidade dos subúrbios cariocas, nas escolas de samba da região (Portela, Tradição e Império Serrano) e no Jongo da Serrinha.

As formas representadas (losangos) fazem alusão aos botecos cariocas. Os dizeres Eu sambo Eu jongo Eu Rio estão em destaque. Também parte da Transcarioca, o antigo Viaduto Negrão de Lima com seus 650 metros de extensão foi duplicado, ganhando uma estrutura nova ao lado da já existente, com faixa exclusiva para a passagem do BRT.

A estrutura ganhou forma no mesmo prazo do mergulhão – um recorde em se tratando de uma obra pública realizada em via pública de grande circulação. No sábado, o viaduto duplicado será aberto aos motoristas. Quando a Transcarioca entrar em operação, a parte ampliada do viaduto será usada exclusivamente pelo BRT.

O novo viaduto de Madureira começa a subir na Rua Guaxima, atravessa a linha do trem e termina antes do cruzamento entre a Avenida Edgar Romero e a Rua Conselheiro Galvão. Dali, o BRT seguirá pela Edgard Romero e haverá uma estação BRT em frente à Supervia, para integração com os trens.

Um comentário:

Mariana disse...

O novo viaduto vai influir nos hotéis em copacabana ou vai estar e outra parte da cidade?