sábado, 29 de dezembro de 2012

Lagoa Rodrigo de Freitas terá novo parque de lazer

28/12/2012 - Jornal do Commercio

Antiga sede da Estação do Corpo dará Lugar ao novo espaço, que terá pista de skate, tirolesa e paredes de escalada. Investimento previsto é de R$ 20 milhões

Com o início da demolição da antiga sede da Estação do Corpo, na Lagoa, os moradores do bairro da Zona Sul do Rio ficaram nesta quinta-feira mais próximos de ganhar um novo parque de lazer. Segundo a Secretaria Municipal de Conservação (Seconserva), o Parque Radical ocupará uma área 18 mil metros quadrados, onde serão construídos pistas de skate, paredes de escalada e uma tirolesa, entre outras atrações. O investimento previsto é de R$ 20 milhões.

De acordo com a Seconserva, as obras começam no primeiro semestre de 2013 e a conclusão está prevista para ocorrer em até um ano. O projeto básico foi concebido pela Fundação Parques e Jardins e, atualmente, está na fase de detalhamento. Como o conjunto paisagístico da Lagoa é tombado, o projeto precisa de aval do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Segundo a secretaria, no entanto, o plano está em fase de aprovação pelo órgão.

Estrutura

Situada na Avenida Borges de Medeiros, o Parque Radical terá pista de bicicross com arquibancada, duas de skate, sendo uma delas com o formato do espelho d'água da Lagoa Rodrigo de Freitas, uma praça de eventos, paredes de escalada, muros de grafite, paisagismo vertical, chafariz, uma área verde, um mirante e uma tirolesa que cruzará diagonalmente toda a extensão do parque. A ideia é que o parque seja integrado com a ciclovia que há no entorno da Lagoa.

Segundo a Seconserva, a área onde será construído o parque foi cedida pelo governo fluminense à Estação do Corpo e, em 2012, repassada ao município. Como a unidade já estava desativada há cerca de nove meses, equipes da Coordenadoria de Operações Especiais (COE) já deram início à retirada das telhas das instalações.

A demolição das estruturas de concreto, começou nesta quinta-feira. O muro que separa as áreas interna e externa só serão derrubadas quando a obra estiver na última etapa, com o objetivo de evitar a poluição visual da região. Neste mesmo muro, serão instaladas imagens do projeto para que o público possa conhecer a nova área de lazer do bairro.

Nenhum comentário: