sábado, 9 de março de 2013

Trânsito flui bem no primeiro dia de interdições na Avenida Rodrigues Alves

09/03/2013 - O Globo

Fechamento é entre as ruas Rivadávia Corrêa e Antonio Lage, nas imediações da Cidade do Samba Tráfego foi desviado para a pista sentido contrário

Operadores de trânsito indicam o caminho no primeiro dia de fechamento da Avenida Rodrigues Alves Pablo Jacob / O Globo
RIO - Trânsito segue sem retenções no primeiro dia de novas mudanças na Avenida Rodrigues Alves, no Centro, para obras do projeto Porto Maravilha. Desde as 8h deste sábado, a pista sentido Centro da Rodrigues Alves está interditada entre as ruas Rivadávia Corrêa e Antonio Lage, nas imediações da Cidade do Samba. O trânsito no trecho foi desviado para a pista sentido contrário, e segue sem retenções. Pelo menos dez operadores de trânsito estão no trecho interditado, orientando os motoristas.

O presidente da concessionária Porto Novo, José Renato Pontes, esteve na manhã deste sábado, acompanhando a mudança, e não acredita que haverá problemas na segunda-feira, primeiro dia útil de interdição do trecho.

A gente não acredita que haverá grande diferença porque mais a frente na avenida há dois estreitamentos que não provocam retenções no trânsito. Nas quatro pistas em direção à Avenida Brasil, existe ainda a possibilidade de se criar faixas reversíveis, mas isso fica a critério da CET Rio. Os primeiros dez dias são de adaptação para refinar a operação disse Pontes.

As interdições visam a abrir caminho para a perfuração do túnel da Avenida Rodrigues Alves, que será transformada em via expressa até o primeiro semestre de 2016, dentro do projeto Porto Maravilha.

Lucio de Albuquerque Rosa, de 59 anos, aproveitava o trecho interditado na Avenida Rodrigues Alves para caminhar. Há 12 anos, morador do condomínio Morada da Saúde, na Gamboa, ele comemora as mudanças na região.

Minha janela dá de frente para porto. Estou rodeado de grandes empreendimentos, e muito feliz com a revitalização do bairro onde moro. Eu que sempre caminhava pela ruas de dentro do bairro, agora tenho este trecho livre da Rodriges Alves disse o morador, acrescentando que aguarda com ansiendade a derrubada do viaduto da Perimetral.

Nenhum comentário: