sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Residencial é lançado na Zona Portuária

20/09/2013 - Monitor Mercantil

O prefeito Eduardo Paes participou nesta quinta-feira, no Clube do Servidor Municipal, do lançamento do Porto Vida, primeiro complexo residencial construído após o início da revitalização da Região Portuária. O prefeito anunciou ainda que encaminhará à Câmara Municipal projeto de lei que prevê isenções e anistia de impostos para empresas que investirem na construção de unidades habitacionais na área do Porto Maravilha. 

- Vamos consolidar o uso residencial nessa área do Sagas (que abrange os bairros da Saúde, Gamboa e Santo Cristo) e garantir que a gente possa ter dois milhões de metros quadrados de imóveis residenciais. São 26 mil residências que a gente quer construir na Região Portuária, o que significa que vamos trazer mais 100 mil moradores, criando um centro diferenciado para a cidade - explicou Paes. 

Os incentivos fiscais para a área do Sagas serão para imóveis residenciais e comerciais que sejam convertidos em residenciais nessa região. Eles terão a remissão de dívidas municipais, isenção de IPTU e de taxa de coleta de lixo e de Outorga Onerosa por acréscimo da área. Para imóveis residenciais na área com aumento de potencial de construção (Cepacs), incluindo a parte residencial de imóveis de uso misto, haverá isenção de IPTU, ITBI, e de taxa de lixo para os compradores de novos imóveis. 

Além da criação de incentivos na área do Sagas e das Cepacs, serão produzidas na região 2.200 unidades de Habitação de Interesse Social, com o programa Minha Casa, Minha Vida. Para isso, serão desapropriados imóveis em situação fundiária irregular, degradados ou abandonados, e imóveis públicos. 

- Esse é um momento de grande alegria porque percebemos que há sim um interesse em morar nessa região da cidade. Defendemos um Centro vivo com gente morando nele - disse o presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio (Cdurp), Alberto Gomes Silva. 

Porto Vida Residencial

Do total de 1.333 apartamentos do Porto Vida, 1.000 foram ofertados com prioridade aos servidores municipais. Eles foram selecionados em sorteio realizado pelo Previ-Rio na última segunda-feira. O interesse por esse empreendimento fez com 10.979 funcionários públicos da prefeitura se inscrevessem para a aquisição do imóvel. 

A relação dos candidatos está publicada no site do Previ-Rio .
Durante a cerimônia, três servidores municipais assinaram o termo de reserva de aquisição de imóvel no condomínio. A servidora pública Adriana Cupertino, da Secretaria Municipal de Fazenda, foi uma das sorteadas para a compra do imóvel e está muito confiante com o investimento:

- Quando vi como está a nova Região Portuária, decidi apostar nesse empreendimento. Achei muito bacana, sempre gostei de morar perto do trabalho.
Os primeiros 500 sorteados deverão entregar para análise a documentação exigida no estande montado no Clube do Servidor Municipal. Os documentos serão recebidos do dia 23 a 25 do setembro, das 10h às 18h.

O valor dos apartamentos de dois e três quartos varia de R$ 420 mil a R$ 590 mil. O conjunto de prédios vai abrigar a Vila de Mídia e a Vila dos Árbitros durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos e depois das competições os imóveis serão entregues aos proprietários.

Nenhum comentário: