sexta-feira, 2 de maio de 2014

Prefeitura entrega obras de urbanização do Maracanã

01/05/2014 - O Globo

RIO - A prefeitura inaugurou, na manhã desta quinta-feira, as obras de reurbanização do entorno do Maracanã para a Copa do Mundo. As calçadas foram remodeladas, bem como as ciclovias, e foram implantados novos projetos de iluminação e paisagismo na área. As intervenções - que custaram R$ 109,5 milhões - incluíram ainda a construção de uma nova pista de skate, de formato sinuoso, e uma passarela ligando o estádio à Quinta da Boa Vista, área que será utilizada como apoio durante a Copa do Mundo. A passarela, de 530 metros de extensão, tem iluminação cênica em LED e cobertura em lona tensionada. O equipamento, desenhado de maneira a acompanhar a estética do novo estádio, tem 5 metros de largura no vão livre e 9 metros nas rampas. A nova estrutura já está sendo usada por moradores de São Cristóvão que já caminham, correm e fazem exercícios no local.

Segundo o prefeito Eduardo Paes, a entrega da passarela fecha o ciclo de inaugurações de equipamentos previstos para serem feitos para a Copa do Mundo.

— Para a Copa do Mundo (falta) absolutamente nada. Falta uma obra de mobilidade, que é a Transcarioca, que vamos entregar no comecinho de junho, está quase concluída, com detalhes sendo fechados — afirmou.

O prefeito ressaltou que a passarela vai beneficiar os moradores do entorno, que poderão passar de um lado ao outro da linha férrea.

— E esta obra aqui é fundamental porque ela, na prática, não é só uma conexão com o Maracanã, é uma integração da Grande Tijuca, Praça da Bandeira, com a Quinta da Boavista. A Quinta passa a ser uma parte do quintal tijucano, e vice-versa, o pessoal de São Cristóvão se conecta à Tijuca. É uma passarela confortável, como se fosse um calçadão, que permite esta integração. Serve para o dia de jogo, mas, mais do que para o Maracanã, esta nova passarela servirá como um grande calçadão, integrando os dois bairros que são divididos pela linha do trem e do metrô — disse Paes.

Em frente à estátua de Bellini foram colocadas 13 palmeiras, com cerca de 12 metros de altura cada, que já foram batizadas de "palmeiras do Zagallo". O projeto paisagístico da região conta, no total, com 122 palmeiras e 203 árvores nativas. O entorno do estádio também ganhou 266 luminárias em LED e 59 projetores de vapor metálico.

Toda a área foi adaptada para facilitar a circulação de portadores de deficiências. Entre as mudanças, estão a travessia de pedestres por rampas acessíveis, piso tátil de alerta e direcional , além de áreas para embarque e desembarque de deficientes

Nenhum comentário: