quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Obra do BRT Transbrasil começa em 45 dias e será entregue em 2016, afirma secretário

Resultado da licitação do lote 2 saiu nesta quarta-feira. Corredor ligará Deodoro ao Caju e terá 28 estações em 30 quilômetros

POR RUBEN BERTA

02/10/2014 - O Globo


Novo corredor expresso vai percorrer toda a Avenida Brasil, de Deodoro ao Centro - Domingos Peixoto / Agência O Globo (07/10/2011)
 
RIO — A Secretaria municipal de Obras publicou, nesta quarta-feira, no "Diário Oficial" o resultado da licitação do lote 2 do corredor expresso Transbrasil, que ligará Deodoro ao Centro do Rio, ao longo da Avenida Brasil. O trecho vai do bairro da Zona Oeste até o Caju, e o valor do contrato ficou em R$ 1,416 bilhão, bem próximo ao orçamento estipulado no edital, de R$ 1,420 bilhão. O vencedor da disputa foi um consórcio formado pelas empresas Odebrecht, OAS e Queiroz Galvão. O prazo determinado para os trabalhos serem concluídos é de dois anos e meio, mas o secretário de Obras, Alexandre Pinto, acredita que o corredor possa ser finalizado até o término da gestão do prefeito Eduardo Paes, em dezembro de 2016:

— As obras devem começar em cerca de 45 dias. É o tempo para a formalização do consórcio e os acertos com a CET-Rio para que comecem a ser realizadas as intervenções, que terão algum impacto no trânsito. Os trabalhos deverão começar com nove pontos de drenagem na Avenida Brasil, que iremos escalonar.

Alexandre Pinto descartou a hipótese de o Transbrasil ficar pronto até as Olimpíadas de 2016, o que chegou a ser ventilado pela prefeitura. Segundo ele, não houve compromisso oficial de que as obras do corredor seriam concluídas até os Jogos.

Na Avenida Brasil, no trecho que vai do Trevo das Margaridas até o Caju, haverá duas faixas destinadas ao BRT. Uma nova faixa será construída nas pistas centrais, para que sejam mantidas as três existentes atualmente para o restante dos veículos. Na parte que vai do Trevo das Margaridas a Deodoro, as intervenções serão menos radicais, já que haverá apenas uma faixa em cada sentido para os ônibus articulados.

A previsão é que o Transbrasil tenha cerca de 30 quilômetros de pistas, com quatro terminais (Deodoro, Margarida, Missões e Centro), 28 estações e 15 passarelas. O lote 2 terá 23 quilômetros, ligando Deodoro ao Caju, na altura da passarela 2 da Avenida Brasil. Somente este trecho terá 16 estações. Em Deodoro, será interligado com o corredor Transolímpico, que está em andamento e vai deste bairro à Barra e ao Recreio dos Bandeirantes.

PUBLICIDADE


PROCESSO CONTURBADO

O processo de licitação do lote 2 foi conturbado. No mês passado, a Construtora Camargo Corrêa chegou a conseguir uma liminar na Justiça interrompendo o processo, alegando que detalhes do edital indicavam direcionamento na concorrência. A liminar, no entanto, foi derrubada pela própria 1ª Vara de Fazenda Pública, que havia dado a primeira decisão.

A construção do trecho final do Transbrasil, do Caju ao Centro, ainda é uma incógnita. A informação da Secretaria de Obras é que o corredor passará pelas avenidas Francisco Bicalho, na altura do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), e Presidente Vargas, mas os detalhes não foram definidos. O lote 1 ficará a cargo da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp), que informou que ainda não foi definido o traçado final. Em julho do ano passado, o prefeito Eduardo Paes anunciou que o Transbrasil faria conexão com o futuro VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) da Zona Portuária e com o teleférico do Morro da Providência.

Read more: http://oglobo.globo.com/rio/obra-do-brt-transbrasil-comeca-em-45-dias-sera-entregue-em-2016-afirma-secretario-14111702#ixzz3EzIXv2qo

Nenhum comentário: