sexta-feira, 20 de março de 2015

Niterói: Plano prevê duplicação de moradores

20/03/2015 - O Globo

O projeto da Operação Urbana Consorciada (OUC) prevê uma mudança de cara da região central da cidade com uma série de intervenções urbanísticas. Além disso, a expectativa é que a população residente na área mais que dobre.

As alterações vão começar pelo perfil demográfico. Se antes o Centro e os bairros vizinhos tinham 31 mil habitantes, segundo estimativas de 2010, o objetivo é que a operação urbana - que prevê a construção de moradias na área - faça o número subir para 65 mil, aumentando o adensamento da região.

Para receber essa nova população, estão previstas a recuperação de 365 mil metros quadrados de ruas e 230 mil metros quadrados de calçadas. A fiação passará a ser subterrânea, e o mobiliário urbano será remodelado. E as redes de abastecimento de água e gás, de coleta de esgoto e a iluminação pública serão renovadas.

Uma das principais propostas abrange a orla, entre a Ponta D'Areia e a Boa Viagem. Na região, o governo planeja criar um parque litorâneo de 550 mil metros quadrados, com uma torre de 40 andares. Também está prevista a instalação de um corredor cultural na Rua Marechal Deodoro, preservando as fachadas de prédios históricos. Dezesseis praças - entre elas pontos tradicionais como o Jardim São João e a Praça do Rink - serão revitalizadas e outras seis novas serão construídas. Também está prevista a criação de uma marina pública.

As favelas da região, como os morros do Estado, do Sabão e do Palácio, devem receber projetos de urbanização e regularização fundiária, escolhidos através de concurso público ou uma licitação.

Nenhum comentário: