quinta-feira, 2 de abril de 2015

PM do Rio começa a substituir Exército e Marinha na ocupação da Maré

Transição será feita em três etapas no conjunto de favelas

01/04/2015 - Jornal do Brasil

A Polícia Militar do Rio de Janeiro deu início na madrugada desta quarta-feira (01/03) a uma operação para substituir os cerca de 3.300 mil homens da Marinha e do Exército que ocupam o Conjunto de Favelas da Maré, na Zona Norte do Rio. A transição foi decidida entre o Ministério da Defesa e Seseg (Secretaria de Estado de Segurança) em janeiro.

Segundo a polícia, o processo de transição será feito em três etapas. As primeiras comunidades a passarem por essa mudança serão a da Praia de Ramos e Roquette Pinto (onde participam 50 homens)

"De fato iniciamos hoje [quarta-feira] essa transição e sabemos do desafio que temos pela frente. Estamos preparados e prontos para isso. Sabemos das dificuldades que teremos, mas não há recuo. Sabemos da clareza do processo de pacificação. São 140 mil moradores em 16 comunidades. Temos a noção do tamanho do desafio, mas temos que mostrar a nossa determinação", afirmou o coronel Frederico Caldas, relações públicas da Polícia Militar. 

Ainda segundo Caldas, o efetivo de 117 homens previsto para a Praia de Ramos e Roquete Pinto só estará completo quando a base da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) local estiver pronta, o que deve ocorrer 60 dias.

A segunda etapa da transição será no próximo dia 1º de maio em quatro comunidades: Parque União, Rubens Vaz, Nova Holanda e Parque Maré. Já no dia 30 de junho será a vez das outras 10 comunidades.

Nenhum comentário: