domingo, 6 de setembro de 2015

Praça Mauá é reinaugurada e ganha espaço seis vezes maior após obras

Local, com 25 mil metros quadrados, conta agora com cinco canteiros, bancos, árvores, postes e luminárias de LED

POR MARIANA ALVIM

06/09/2015 - O Globo

Praça Mauá ganhou canteiros, escultura de hashtag e a vizinhança do Museu do Amanhã - Pablo Jacob / Agência O Globo

RIO - Centenas de pessoas encontraram, neste domingo, uma nova programação carioca, no Centro do Rio. Aberta após quatro anos de interdição para obras, a Praça Mauá teve seus 25 mil metros quadrados já ocupados por famílias, ciclistas e turistas, entre outros. O prefeito Eduardo Paes, acompanhado de secretários e assessores, participou da reinauguração, que contou com várias atividades culturais e recreativas durante a manhã.

A praça, que antes da reforma tinha 4 mil metros quadrados e era cortada pelo Elevado da Perimetral, conta agora com cinco canteiros, bancos, árvores, postes e luminárias de LED. Vizinho do Cais do Porto e do Museu de Arte do Rio (MAR), o espaço é rodeado pelos ainda não inaugurados caminhos do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e Museu do Amanhã. A praça faz parte do primeiro trecho inaugurado da Orla da Guanabara Luiz Paulo Conde, que ligará os 3,5 km que se estendem a Praça da Misericórdia ao Armazém 8.

— Nem nos meu sonhos mais atrevidos imaginei que poderíamos estar aqui, na Praça Mauá, abrindo esse espaço para a população da nossa cidade. Este lugar tem uma história de ocupação de trabalhadores, estivadores, mas pela minha geração, sempre foi vista como uma área negativa. Sempre digo que uma cidade sem Centro é uma cidade sem alma — afirmou Paes, em discurso, minutos após fazer uma selfie com um público em cima da escultura de letras formando a hashtag #cidadeolimpica.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/praca-maua-reinaugurada-ganha-espaco-seis-vezes-maior-apos-obras-17419134#ixzz3kz9s1n4I 
© 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Nenhum comentário: